Pensamento estratégico

De que forma o que você decide fazer hoje impacta seu futuro?

Por Alice Galvão

Parece óbvio, mas, cá entre nós…

Você pensa sobre os impactos futuros das suas decisões e ações do presente?

Você avalia se o que tem tomado sua atenção e seu tempo está te aproximando ou te afastando do seu propósito, dos seus objetivos e valores?

Aqui na @britogalvao, eu costumo pensar sobre isso diariamente, na minha pausa matinal para o café.

Pego minhas anotações do dia e reflito sobre os objetivos de longo prazo relacionados a cada tarefa, além de entender quais sentimentos, necessidades e valores estão pautando a ordem de prioridade.

É que, muitas vezes, nublamos a nossa própria percepção da ordem das nossas prioridades por pressão ou outras influências externas.

Aqui a pausa para o café significa tempo de qualidade para o exercício do pensamento estratégico.

Vamos conversar sobre isso?

#educaçãocorporativa
#consultoria
#hábitodevalor #pensamentoestratégico #estratégia #desenvolvimentoprofissional #desenvolvimentopessoal #gestão #gestãoestratégica #propósito #prioridades #planejamento

Educação Corporativa​

Função: Oferecer apoio estratégico contínuo para o desenvolvimento de competências humanas e empresariais na elevação de um diferencial competitivo poderoso: o capital intelectual.

Natureza: Estratégica

Função: Oferecer apoio estratégico contínuo para o desenvolvimento de competências humanas e empresariais na elevação de um diferencial competitivo poderoso: o capital intelectual.

Etapas:
Identificação das competências críticas empresariais;
Levantamento das necessidades de desenvolvimento das competências humanas em alinhamento com as competências empresariais críticas;
Proposição de um Sistema de Educação Corporativa personalizado;
Identificação e implementação de metodologias e ferramentas de gestão.

Outras soluções sob demanda:

  • Palestras;
  • Treinamentos;
  • Cursos de curta duração;
  • Workshops;
  • Mentoria.

Relacionamento com a imprensa​

Função: Construir relacionamento do cliente com a imprensa, para torna-lo fonte de informações sobre os assuntos de sua expertise, posicionando-o como autoridade em seu segmento de atuação.

Natureza: Estratégica e Operacional.

Função: Construir relacionamento do cliente com a imprensa, para torna-lo fonte de informações sobre os assuntos de sua expertise, posicionando-o como autoridade em seu segmento de atuação.

Etapas:

Definição do posicionamento, público-alvo e assuntos relevantes
Seleção dos veículos, editorias e jornalistas de interesse
Definição de pautas, redação de releases, disparo e follow up
Agendamento e acompanhamento de entrevistas
Clipping digital e relatório de resultados.

Consultoria em marketing

Função: Orientar o cliente a promover o equilíbrio entre as potencialidades do seu negócio e as necessidades do mercado.

Natureza: Estratégica.

Função: Orientar o cliente a promover o equilíbrio entre as potencialidades do seu negócio e as necessidades do mercado.

Etapas:

Diagnóstico
Levantamento de demandas
Plano de trabalho
Planejamento de marketing / Planos de ação
Coordenação e acompanhamento das ações
Relatório e análise de resultados

O bom vendedor é humano

O bom vendedor é um consultor em potencial. Ele não ouve as palavras do cliente baseado apenas em técnicas e roteiro de venda. Não trata o cliente como se tudo nele fosse previsível. Não o cerca. Não o manipula como se fosse um objeto.

Por Alice Galvão

O bom vendedor sabe ouvir, entende as necessidades do cliente. Não o subestima, nem superestima. Se não fecha um contrato durante o atendimento, oferece ao cliente a possibilidade de multiplicar as informações sobre o produto ou serviço, munindo-o de material informativo. Se a única objeção ao fechamento é preço, o que foi oferecido mantém-se no imaginário do cliente como objeto de desejo, cujas vantagens ele vai divulgar e indicar aos seus contatos.

O bom vendedor é humano, entende quando o seu interlocutor lhe avisa que não é potencial cliente para aquele produto ou serviço, mas que sabe quem, dentro do seu círculo com certeza o é. A venda imediata é importante, mas além disso, o vendedor é porta-voz da marca e precisa tomar cuidado para que as suas necessidades imediatas não constranjam o cliente que não está preparado para a compra no momento da abordagem.

O bom vendedor é um consultor em potencial. Ele não ouve as palavras do cliente baseado apenas em técnicas e roteiro de venda. Não trata o cliente como se tudo nele fosse previsível. Não o cerca. Não o manipula como se fosse um objeto. Afinal de contas, uma venda baseada em coação gera problemas de crédito para o cliente, inadimplência para a empresa, repulsa à marca e raiva do vendedor.

Quando existe coação e a venda não se concretiza, o sentimento de fracasso se abate nas duas frentes de negociação. O cliente se sente exposto e o vendedor desmotivado. Gerente, cuidado com os métodos escolhidos para qualificar sua equipe de vendas!

Alice Galvão é diretora da BG Consultoria
Jornalista, Especialista em Comunicação e Marketing, Professora Universitária